Magia dos nós e cordões

Qualquer emoção simples, objetivo ou força Elemental podem ser amarrados e controlados simplesmente atando-os em um nó. Amor, poder mágico, ventos, nuvens, chuva, doença… isso tudo pode ser amarrado em um cordão para criar um tipo de “bateria de armazenamento”, a fim de manter o poder do feiticeiro. Um rito de nós pode ser realizado para qualquer fim desejado, e a corda amarrada pode ser levada ou costurada em alguma parte da roupa, ou usada de outros modos. Os nós devem ser desfeitos mais tarde para liberar o feitiço (para banir a negatividade), ou o cordão pode ser cerimonialmente queimado ou enterrado. Qualquer ritual pequeno pode ser criado para fazer os nós. Há registros de vários.

Na xilogravura (Olaus Magnus, História de Gentibus Septentrionalibus, 1555), um feiticeiro está vendendo um cordão dos ventos cheio de nós a alguns marinheiros. Os ventos são amarrados na corda, de forma que, se o marinheiro precisar de vento em suas velas, basta desfazer os nós. Um para uma brisa leve, dois para um vento forte e três para um temporal.

Para curar resfriado ou outras doenças pouco graves, uma bruxa ou feiticeiro pode “comprá-lo” do sujeito por uma soma simbólica e imediatamente fazer um nó em uma corda para “amarrar a doença”. A corda deve ser então pendurada em um arbusto ou queimada em um lugar remoto onde vive. Para curar verrugas, pegue um pedaço de barbante, faça um nó para cada verruga e toque-a com o nó. Pendure o barbante no beiral de sua casa e a água da chuva que escorrer pelo barbante vai lavar as verrugas. Depois da chuva, enterre o barbante na terra.

No feitiço dos nove nós, uma série de nove nós não muito apertados (para que possam ser desfeitos) é feita em uma corda escarlate especial de 30cm, usada apenas para esse fim. Conforme cada nó é feito, a intenção do feitiço é visualizada com mais força, dirigindo a concentração e a energia para o nó. Os nós são feitos na seguinte ordem e padrão, com as palavras (ou semelhantes) da coluna ao lado.

Ao atar o último nó, toda a energia será dirigida para o cordão e os nós, com uma visualização final da intenção. O poder acumulado é então armazenado nesses nós, o qual pode ser mantido até o momento apropriado de sua liberação. Embora os nós tenham sido atados em um ritual, devem ser desatados um de cada vez ao longo de nove dias consecutivos. Desfaça-os na mesma ordem em que foram amarrados, NÃO na ordem inversa. Comece com o primeiro da ponta e termine com o último do meio. Todos os dias antes de desamarrar os nós, concentre-se novamente no que deve acontecer e repita as mesmas palavras do feitiço de amarração ao desamarrar aquele nó.

“Pelo nó de Um, o feitiço começou
Pelo nó de Dois, ele se realizará
Pelo nó de Três, que assim seja
Pelo nó de Quatro, este feitiço eu guardo
Pelo nó de Cinco, o feitiço está vivo
Pelo nó de Seis, este feitiço eu fixo
Pelo nó de Sete, o poder é dado
Pelo nó de Oito, o poder é grande
Pelo nós de Nove, o feitiço eu ato!”

#tarotonline #cartasciganas #baralhocigano #runas #videnteonline #mapaastral #signos #horoscopo #patriciatarologasp #magadotarot #numerologia #videnciaonline #sensitivaonline #vidente #sonharcom #significadodossonhos #runas #buziosonline #magiadosnos

por Patriciatarologasp

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s