Deusa Celta Dana

Segundo uma lenda, Dana nasceu em um Clã de Dançarinos que viviam ao longo do rio Alu. Seu nome foi escolhido por sua avó, Kaila, Sacerdotisa do Clã. Foi ela que sonhou com uma barca carregando seu povo por mares e rios até chegarem a uma ilha, onde deveria construir um Templo, para que a paz e a abundância fossem asseguradas. Ao despertar, Danu relatou seu sonho ao conselho e a grande viagem começou então a ser planejada. Também conhecida como Danu, é a maior deusa Mãe da mitologia celta. Seu nome “Dan” significa conhecimento, tendo sido preservada na mitologia galesa como a deusa Don, enquanto que outras fontes equipararam-na à deusa Anu. Na Ibéria, a divindade suprema do panteão celta é considerada a senhora da luz e do fogo. Era ela que garantia a segurança material, a proteção e a justiça. Dana ou Danu também é conhecida por outros nomes: Almha, Becuma, Birog, ou Buan-ann, de acordo com o lugar de seu culto. “A mãe celeste, que dança na espiral das serpentes das estrelas, é a fonte de onde nasceu aquele povo antigo, que trouxe o druidismo a terra da esmeralda, seu nome Dana, significa bailarina brilhante” (Cathbad). Os Tuatha Dé Danann (“povos da deusa Danu”) formam um grupo de personagens na mitologia irlandesa e escocesa. Foram o quinto grupo de habitantes da Irlanda, de acordo com a tradição do Lebor Gabála Érenn (“Livro das Invasões”). Dana ou Anu é a Deusa Mãe da Irlanda, conhecida principalmente como Deusa Terra, Deusa da Fartura e da Abundância. Também é chamada de Patrona dos Magos, Rios, Água e Poços, segundo as Tradições Irlandesas influencia na Prosperidade, Magia, Fartura e Sabedoria. Suas Sacerdotizas levavam conforto aos que estavam às portas da Morte e ela é considerada até hoje, a Guardiã do Gado e da Saúde, cuidando também da Fertilidade, da Prosperidade e Conforto. Seu nome “Dan” significa conhecimento, considerada a senhora da luz e do fogo. Há várias interpretações para seu nome, algumas são: “Terra molhada”, e uma das mais poéticas: “Água do Céu”. É a Deusa da fertilidade. Era ela que garantia a segurança material, a proteção e a justiça. Seu símbolo mágico é o bastão. Dia 31 de março é a data de celebrar esta deusa da prosperidade e da abundância. Garante a seus filhos segurança material e justiça. Dia em que na Irlanda se celebrava a deusa Anu.

Este dia é dedicado á Deusa da prosperidade e abundância. Os celtas neste dia acreditavam que dava muito azar emprestar ou pedir dinheiro emprestado, por prejudicar os influxos da prosperidade. Uma antiga, mas eficaz simpatia mandava congelar uma moeda, fazendo um encantamento para proteger os ganhos e evitar os gastos.

Prece para a Deusa Dana

Dana dos mares revoltos, da luz refletindo nas águas:

Permita-nos caminhar pelos vãos sagrados do ar

Brinde-nos com sua sabedoria, me permita sonhar com o futuro,

Permita-me enxergar os lugares obscuros onde apenas tua luz consegue alcançar, Senhora Mãe dos Deuses!

Esteja comigo desde o meu despertar, me ajude a caminhar pelos caminhos que os Deuses tecem desde sempre.

Ajude-me a ser calma diante das indignações.

Ajude-me a ser fiel a sequência natural de todas as coisas.

Ajude-me a ser pensante diante das inquietações.

Traga a alegria da vida para todas as coisas vivas.

Traga a beleza de ser filho de teu abençoado ventre

E receba meu agradecimento a cada por do sol

Onde a escuridão se curva diante de tua infinita luz.

Eu danço em teu nome para celebrar o teu reino.

Eu festejo a luz que me orienta e guia.

Eu celebro o teu nome Danna dos Tuatha dé Dannan!

por Patriciatarologasp

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s