Esbath da lua cheia 

AMANHÃ ESBAT DA LUA CHEIA
Uma das fases da Lua, quando a sua totalidade é refletida na Terra é chamada de Lua cheia. Ocorre quando a Lua completa um movimento de 180° após a Lua nova, assim, seu disco lunar totalmente iluminado e é visível à noite, pois ela se opõe ao Sol em relação à Terra. O brilho característico da Lua, bem dominante nessa fase, é denominado de luar.
Como a órbita lunar é uma elipse, e não um círculo perfeito, assim como as outras fases, a lua cheia pode localizar no ponto mais próximo da Terra, Perigeu, ou mais distante, Apogeu. A lua cheia no perigeu é 14% maior e 30% mais brilhante do que no apogeu. Em 19 de março de 2011, a lua cheia ficou a uma distância de 356.577 km da Terra. Ela não se aproximava tanto durante a lua cheia desde 1993, e esse fenômeno é chamado de “Super Lua”, no qual ocorre a cada 18 anos.
A lua cheia que ocorre logo após o equinócio de março, que ocorre por volta do dia 20 de março, determina a data da Páscoa, que realiza-se no domingo seguinte à data dessa lua cheia. Desse modo, a Páscoa pode acontecer de 21 de março a 25 de abril.
Eclipses Lunares
É nessa fase que ocorrem os eclipses lunares, no qual podem ser:
total, quando a Lua situa-se completamente na sombra da Terra;

parcial, quando apenas parte dela fica escondida na sombra;

penumbral, quando ela se localiza na região ao redor da sombra, chamada penumbra.
Lua Azul
Quando ocorrem duas luas cheias em um mesmo mês, o evento é conhecido pelo nome de Lua Azul, “Blue Moon” em inglês, cuja designação é difundida nos Estados Unidos, Canadá e Europa. No Brasil, esse termo não é bem difundido. Mas a Lua não fica azul de fato.
Próxima Lua cheia 
03 de Fevereiro ás 21:10 PM
Dica de Um ritual para esbat de lua cheia
Na noite de Lua Cheia, prepare seu altar para a Magia Lunar – toalha e vela branca, cálice com leite, incenso com perfumes lunares (rosa branca, lírio, cânfora, etc.) e um cristal de quartzo.
Acenda a vela, incenso e invoque as deidades da Lua, dizendo: DEUSAS DA LUA, SENHORAS DA NOITE, MESTRAS DA MAGIA E DO ENCANTAMENTO: ARIANRHOD, ARTEMIS-DIANA, HEKATE, IO, ISHTAR, ÍSIS, LEUCHOTHEA, LUNA, SELENE E TODAS VÓS, SANTAS E SAGRADAS! A MIM VENHAM AS TUAS BÊNÇÃOS! A MIM E A TODAS AS TUAS CRIATURAS, FILHOS E FILHAS DA DEUSA! PAZ! PROTECÇÃO! SAÚDE! BLESSED BE!
Coloque o dedo indicador no cálice com leite e desenhe um crescente em sua testa. Eleve ambos os braços para o Céu e sinta os raios lunares descendo até você. Fique assim por alguns instantes. Depois, levante o cálice para o alto, com as duas mãos, imaginando que as bênçãos da Lua se concentram nele. Beba todo o leite do cálice e faça uma prece de agradecimento a todas as deidades invocadas.
Sente-se e fique em silêncio por alguns minutos. Apague a vela e deixe o incenso queimar até o fim.
O que é um Esbat ?
De um modo geral, qualquer ritual Wiccano mantido em qualquer outra altura que não num Sabat é um Esbat’s (ou Esbbat na terminologia anglofónica). Os rituais de lua cheia são Esbat’s, mas não são os únicos momentos em que rituais são denominados dessa forma . Algumas Tradições também mantêm círculos nas luas novas, sendo também Esbat’s.
Há muitas razões para a observância de Esbat’s.
Pode ter uma necessidade mágica urgente (como a doença de um amigo) que exija que um círculo tome lugar e o poder seja aumentado no seu interior.
E, tal como muitos wiccanos, pode simplesmente desejar reviver a atmosfera serena e inexplicável do círculo, o que também está certo.
Muitos Esbats não são planejados com antecedência. Mesmo assim, todos seguem virtualmente o mesmo formato ritual básico, com uma excepção: as observações rituais não são mantidas e a magia pode ou não ser feita. Tirando isto, é em tudo idêntico.
Como sabe, a maior parte dos rituais de lua cheia observados hoje em dia na Wicca são mantidos, como é natural, na lua cheia. Se isto não for possível, dois dias antes ou dois dias depois da fase em si é considerado ser suficientemente perto da mesma.
Nomes para os Esbbats de lua cheia
Novembro – Neve

Dezembro – Carvalho

Janeiro – Lobo

Fevereiro – Tempestade

Março – Casta

Abril – Sementes

Maio – Lebre

Junho – Díade (do par)

Julho – Feno

Agosto – Wyrt

Setembro – Malte

Outubro – Sangue (ou caçador)

A segunda lua cheia no mesmo mês é denominada de Lua azul
Já aqui no Hemisfério Sul “Brasil ”
As Luas são :
 Lua do Sangue:Nasce em Abril, sendo a primeira Lua Cheia antes de Samhain. Ela é associada à cor vermelha e nos tempos antigos marcava o período de abate dos animais e o armazenamento de comida para a estação do inverno que estava por vir. Como a primeira geada não está muito longe, as plantas logo desaparecem da terra, e a carne toma-se a maior fonte de alimento durante o inverno. É a Lua que celebra a ancestralidade, a fecundidade, o sangue menstrual e a maternidade.
 Lua Escura: É a Lua de Maio. Está associada à cor prata, branca e o azul-claro. Nesse período, se os primeiros sinais de geada ainda não começaram a cair, eles não estão muito distante. A terra começa um tempo de descanso profundo sob os cobertores do inverno, juntando forças para a nova vida no despertar da primavera. Lua ideal para conectar-se com as forças divinas.
Lua do Carvalho: Chega em Junho. É considerada uma lua de introspecção, associada ao aspecto do Senhor do Carvalho. O carvalho, como seu símbolo, é a madeira tradicionalmente queimada nas fogueiras do Solstício de Inverno, que correspondente a época natalina cristã. É a Lua do recomeço, da transmutação e do renascimento.
Lua do Lobo: Vem em Julho. Sua cor é roxa, representa as águas frias da terra que ficam presas sob um lençol de gelo e sob a geada. Época ideal para realizar trabalhos em grupo e esforços conjuntos, pois favorece a união dos seres e a unidade.
Lua da Tempestade:Agosto descreve o longo movimento de espera das águas geladas, conforme as chuvas caem e os oceanos se enfurecem. Este é um sinal claro de que as águas irão mais uma vez fluir e a primavera irá retornar. Essa Lua é associada a cor azul, a cor das águas sagradas dedicada à Deusa Brighid. É a Lua que visa o equilíbrio entre a luz e a sombra.
Lua dos Ventos:Setembro é a volta da primavera com a vida renovada. Representa a forma virginal, limpa e intocada dos campos. Apropriadamente, sua cor é o branco. É a Lua que celebra o movimento da terra.
Lua da Semente:Outubro anuncia o crescimento que irá cobrir a terra, conforme as estações avançam. As sementes que estão em repouso abaixo do solo começam a germinar, ao mesmo tempo, em que toda a vida desperta para a terra aquecida. Sua cor é o verde-claro. Época ideal para plantar as novas sementes do futuro.
Lua da Flor: Nasce em Novembro. Lua dedicada as Deusas da fertilidade. Rosa, a cor do amor e o branco, são as cores da Lua da Flor. Conforme a primavera atinge seu ápice, o romance e o amor ficam mais evidentes. Essa é a Lua do despertar da consciência, da criatividade e da sexualidade.
Lua Brilhante:Dezembro é o período do Solstício de Verão. É a Lua dos amantes, que reflete a presença visível dos Deuses, estampados no sol brilhante e nos campos verdejantes. Essa Lua é considerada da cor laranja, ou seja, a cor do sol de verão. É a Lua da união, do amor e da prosperidade.
Lua da Bênção: Nasce em Janeiro. Ela é a última Lua antes da primeira colheita, é celebrada com danças e músicas. Este é o tempo em que os antigos pagãos preparavam os prados para as celebrações das colheitas. A Lua da Bênção é amarela, a cor do hidromel. Lua da fertilidade, dos sonhos e da plenitude.
Lua da Colheita: É a Lua verde-escura de Fevereiro. O estado verde da terra, é o nome dado à Lua que surge no mesmo tempo que as plantas seram colhidas. Tempo de honrar os frutos, pois o período final das colheitas chegará com o primeiro movimento da foice nos pés das plantações. É a Lua da purificação, da cura e do agradecimento.
Lua da Cevada: Surge antes do Equinócio de Outono, em Março. Os grãos são ceifados. É o fim da estação e do ciclo anual da colheita. O marrom, a cor dos grãos, é a cor da Lua da Cevada. É a Lua da sabedoria, do conhecimento, das decisões e do fechamento de bons negócios.
Lua do Vinho: É a Lua excedente do ano ou a 13ª Lua. Com a mudança do calendário lunar para o calendário solar, houve uma sobreposição de alguns meses. Às vezes existem doze Luas durante o ano solar e às vezes treze. Quando essa Lua “extra” surge geralmente nasce em Abril ou Maio, normalmente, antes da Lua de Sangue. Sua cor é o vermelho púrpura, a cor do vinho e da vida. Essa é a Lua da profecia e da inspiração sagrada.

por Patriciatarologasp

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s